Um Feliz Natal!!!

Desde muito pequeno me ensinaram que é preciso ter fé, que ela é o instrumento da esperança, da confiança. A fé não te deixa esmorecer. Provavelmente você também foi instruído sob essa perspectiva. A fé é um instrumento poderoso, não há alvo demasiadamente impossível que a fé não possa acreditar. Opa! No entanto, uma fé sem ação é morta – logo não é fé. Sem ação ela serve apenas para deixar o sonhador em um estado de êxito, euforia. Uma espécie de alegria delirante antes que chegue o momento da frustração devido ao desejo que com o passar do tempo não se realizou. A fé não é estática. Por outro lado aquele que age, tem uma fé, seja ela pouca ou muita; estando no propósito errado ou na visão correta. 
 
Pensando no simples ato da fé, logo poderá vir à mente um sistema de crença religiosa, mas, a fé é confiança, certeza, firmeza, convicção. Para mim, existe uma definição perfeita de fé: “A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não se veem” (HB 11.1). Ter fé é crer, ainda que não se tenha o resultado final. É crer que o esperado acontecerá, fé é expectativa e esperança. Esse instrumento é tão poderoso que nos leva a ver o objeto desejado, o alvo, sem ter ainda alcançado. A verdadeira fé tem sim um cunho de espiritualidade e, desde os ensinamentos quando ainda pequeno ou até mesmo pessoas que por ventura nunca foram ensinadas na fé religiosa, terá fé em alguma coisa.
 
É Natal, e o mundo comemora algo espirituoso que acredita não ser mitológico, mas, sobrenatural. Isso tudo porque a mais de dois mil anos “um menino nos nasceu e um filho se nos deu” e o principado está sobre os seus ombros, e o seu nome é maravilhoso, conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz. Este homem mudou o mundo, mudou as nossas vidas ao ponto de ser inegável tanto ao que crer, quanto ao que não crer. Hoje, ainda que no subconsciente, é sabido pela maioria das pessoas no mundo, que principalmente no ocidente se comemora o nascimento do Filho de Deus, a saber, Jesus Cristo; ainda que não queira, o mundo te envolve e o torna participante.
 
O nascimento de Jesus Cristo é tão importante, que para vencer o mundo ou seja, as pelejas na vida (provações, as perseguições, a dor , a doença e o medo) Ele é a chave. Geralmente, involuntariamente chamamos o nome dele – Jesus!!! – e colocamos a mão na cabeça, não é mesmo? Para vencer o mundo é necessário “crê que Jesus é o Filho de Deus” (1 JO 5.5). É por meio Dele que o Pai nos deu uma vida eterna, e esta vida eterna está em Jesus Cristo, pois, quem não O aceita, não o reconhece e, consequentemente, não tem essa vida eterna, segundo a bíblia (1JO 5.12). Logo, “esta é a mensagem que Dele”, nós cristãos, “ouvimos e transmitimos: Deus é luz; nele não há treva alguma” (1 JO 1.5).
 
Neste dia festivo, para aqueles que afirmam ter comunhão com Ele, andemos em fé, pratiquemos a sua verdade; assim estaremos na luz em comunhão com os outros e este é o Natal que honra ao aniversariante. O Natal é Cristo, portanto não há escuridão e sim comunhão uns para com os outros, amor ao próximo e, seremos purificados da falta de fé nas coisas do presente e da vida vindoura. Atentemos para o fato de que sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que recompensa os que o buscam (HB 11.6).
 
Neste Natal, alinhe sua fé, renove a esperança, creia em Jesus Cristo – afinal, você não tem nada a perder que já não tenha perdido – restaure a sua bússola e, terá uma alegria genuína.
 
Feliz Natal!!!

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s