Faça o que nasceu para fazer

Existem pessoas que fizeram ou ainda fazem muitas coisas ao mesmo tempo. Levam uma vida agitada sem saber de onde vem e muito menos para onde vão desejam com afinco serem boas em tudo que fazem.
Será que alguém ao ler esse texto se encontra ou já se pegou exatamente assim? – Por certo há alguém, menos eu e você, não é verdade?!😄 😄 ?? Geralmente em meio a tantas coisas que se tenta realizar, nenhuma dessas te move. A resultante de tudo é cansaço, desgaste e desgosto. É andar em círculos. Pare e pense!!!
Pode ser que seja a falta de experiência em não saber administrar o tempo, ou, o vigor da juventude que te leva a ser agitado e apressado para ganhar dinheiro. Se for esse o caso, é muito comum deparar-se com pessoas que trabalham em dois empregos ou até três, elabora muitos projetos e ainda precisa cumprir com outras funcionalidades como namorar, estudar, festejar, dormir tarde. Quem sabe dois ou três desses exemplos ou todos eles, alguém faz ou já viveu estas facetas? É exatamente o termo – faceta – para dizer que leva ou levou uma vida superficial e lisa no sentido de pouco segura.😬😬😬
 
Nesse caso, o fato de ser bom em tudo que se faz é tolice, uma vida ilusória ou qualquer coisa, menos ser a verdade daquilo que precisa ser a respeito de você mesmo. Existe um entendimento popular que diz que, “aquele que faz tudo nunca é especialista em nada”. O que desgasta ao longo de uma vida a pessoa é o ato de insistir em fazer o que não a move, continuar fazendo aquilo que não nasceu para fazer. É certo que toda promessa, toda realização, toda habilidade inevitavelmente passará pela prova do tempo, e que, para certas coisas, será necessário uma espera, que exigirá galgar degraus, adquirir robustez para sustentar as responsabilidades que estão por vir. Nesse caso não há nada a fazer, só caminhar e não desistir.
 
Por incrível que pareça, e sendo sincero, não sei te dizer se o que vem a seguir é um caso mais raro. Vamos lá. Há pessoas que são chamadas, são habilidosas para determinadas tarefas ou aptidões, porém, ao longo de suas vidas fogem da missão por mera vergonha, acredite; ou por ser difícil de cumpri-las pelo simples fato de caminhar pela vida nos caminhos que lhe proporcionará mais visibilidade e Glamour. Visibilidade não significa realização daquilo que nasceu para fazer. Prova disso é que existem muitos famosos e endinheirados infelizes. Para a maioria das pessoas que lerem este texto talvez achem irreal (uma viagem) ou ilógico, inacreditável. Pode estar pensando: de onde esse cara tirou isso? Aonde ele quer chegar? – Enquanto alguém pensa assim, outros poderão estar dizendo: isso tem tudo haver comigo, esse cara conhece minha vida!
 
Sabe: fazer aquilo que nasceu para fazer, trabalhar com o que ama, independente de ser rentável ou não, te faz sentir como alguém que ama outro alguém. Quando se está ao lado do amor conquistado se sente confortável ou melhor, quando os dois se sentem amando, confortáveis estão, é o paraíso. Poderá não querer amar, pela cor, pode escolher não amá-lo (a) devido a diferença da classe social, e ainda por vergonha do que os outros vão pensar, daquela aparência – os parentes, amigos, etc. Acontece que esta pessoa sempre estará em sua mente. Mas o que isso tem haver com fazer aquilo que me move? – Tudo.
 
Quando se detecta a área que gosta de trabalhar, ou o campo que se quer realizar, como por exemplo, ser jogador, escritor e outros, o fazer te deixa confortável e flui enchendo o dia de alegria, o qual nunca será improdutivo nem demorará a passar. A vida terá melhores resultados, perceberá que não haverá mais entraves nos seus projetos, é o momento que irá desejar passar o dia e a noite, realizando.
 
Entenda então que: encontrar aquilo que te completa, e não fugir, facilitará a sua vida, pois, mais cedo ou mais tarde o que está escrito está escrito e, poderá descobrir que apenas deu voltas em um caminho que seria muito mais fácil seguir em frente, identificar os empecilhos e encará-los. Encontre o sentido da sua vida.
 
bloggabineteteologico.com
@welllivros
 
 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s